domingo, 1 de dezembro de 2013

Corrida do Sporting 2013

Quando nada o fazia prever surgiu um convite para ocupar um lugar vago na Corrida do Sporting.
Apesar de Benfiquista confesso já há muito que tinha vontade de fazer a corrida do clube rival só que, por várias razões, ainda não tinha surgido a oportunidade. E foi desta.

Com a Meia-Maratona dos Descobrimentos já na próxima semana e, conhecendo-me eu como conheço, ofereci-me para acompanhar o Pedro, nesta altura com uma condição física inferior à minha. Seria a minha "paga" pela oferta do dorsal e assim seria "obrigado" a manter um ritmo calmo. Tempos é na próxima semana. E assim foi.

Num percurso aparente fácil e apesar do começo vivo na companhia inesperada do Miguel Quintanilha, naturalmente o ritmo foi baixando para perto dos 5:30 min/Km. Seria a média na maior parte do percurso. 
Já sem o Miguel fomos rolando até ao retorno aos 5 Km. Depois desta zona de maior dificuldade onde se subia a Av. Fontes Pereira de Melo voltámos ao ritmo normal que se iria manter até ao último quilometro.  

Na chegada ás imediações do Estádio de Alvalade aumentámos o ritmo para um final mais rápido.
Terminámos como começámos, juntos, com um tempo de chip de 53m07s.
Para mim, apesar de mais curto que o previsto, acabou por ser um bom treino.

Com o Pedro já no final.

Quanto à organização, no meu ponto de vista tem alguns pontos a melhorar.
Fiquei surpreso quando, numa alteração de nome à última da hora, vejo-me com direito a pulseira sub-50. Depois vim a saber que as pulseiras eram quase a pedido, sem qualquer comprovativo. Já perceberam o que aconteceu, certo?
O afunilamento inicial logo após a partida, que obriga mesmo à paragem, já devia ter sido alterado. É uma falha já cometida no passado.
O abastecimento era abundante mas estava colocado maioritariamente no centro da via num percurso ida-e-volta. Apesar do sentido do abastecimento ser já na volta muitos já estavam a abastecer na ida. Até aqui tudo bem não fosse o facto dos srs. do abastecimento terem que dar atenção a quem queria já ali uma garrafa de água e descurassem que estava no sentido real para abastecer. Será que essas pessoas não aguentavam mais 200m ou 300m sem água? Apesar de ser uma questão de principio e respeito (tal como as pulseiras) acho que se resolvia facilmente colocando os abastecimentos na berma do sentido correcto.
E, por fim, o ponto alto da prova que é a meta no interior do estádio, em função dos preparativos para o jogo de futebol, este ano foi alterada para a mesma zona da partida. Acho que numa prova deste tipo em que o factor clubistico prevalece, não seria problemático agendar a prova para outra altura. A afluência seria a mesma.
Também achei demasiado tempo a espera após cruzarmos a meta. Com o frio que estava valeu-nos o calor humano... e a maçã também soube bem.

De resto tudo dentro da normalidade, achei uma prova engraçada, bem animada, e com gente bem simpática.
Tenho que voltar, principalmente para acabar no interior do estádio.

Boas corridas...



8 comentários:

  1. Desta vez estavas invisível pois não te vi! Corrigimos isso no próximo domingo! :)

    Um abraço e força para a Meia!

    ResponderEliminar
  2. Foi um bom treino. ;) Força para os objectivos na Meia!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado R.
      Beijos grandes e força nas canetas. ;)

      Eliminar
  3. Se bem te lembras tinha prometido ao Sportinguista lá de casa que faria esta corrida depois dele ter feito a do Benfica. Mas esta data não permitiu que pudesse estar presente, nem eu nem ele! É que agora o clube dele é outro: chama-se MDS!
    Beijinhos aos 2!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois pois, desta vez estão desculpados, só porque esse clube é muita "areia" para a minha trotinete. ;)
      Beijos!

      Eliminar
  4. Foi pena não terem acabado dentro do estádio, é engraçado. Participei o ano passado e gostei, apesar de ser do clube rival :)
    Força para a meia dos descobrimentos.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, uma desilusão. Talvez no próximo ano.
      Abraço!

      Eliminar